Terça-feira, 5 de Março de 2013

Escrever a meias #1

 

Há pessoas que falam acerca do misterioso aparecimento de seres verdes com um sistema metabólico diferente como se falassem de bombons. Além de repetirem todos o mesmo - mas com vocabulário próprio, dependendo sempre da insanidade que cada ser pró-extraterrestre possua -, alguns chegam a entrar no seu veículo. Que é feito do "não converses com estranhos"? E o pior é que eles nem chegam a ser aliciados com doces, dinheiro ou sopas de rabo-de-boi, segundo diz quem testemunha tais factos. Mais, muitos chegam a dizer que têm medo, berram, mas acabam todos dentro do aparelho. Um bocadinho à semelhança dos vídeos do Tomás Taveira.

 

Estranho... Mas não podemos esperar conversas bem articuladas com pessoas que vêm a Maria José Valério como um ET. Suponho que um seguidor de tais teorias, depois de medicado, declarará ter sido abandonado pelo "estranho", porque este não concorda com tais tratamentos.

 

Aliás, alguns deles avistam objectos voadores não identificados - OVNIS - e tornam-se verdadeiros apreciadores do desconhecido. Houve um que, sustentado por um dr. Gero qualquer, encontrou um detrimento no seu braço. Mais provas para quê? Percebeu-se depois que era só uma verruga. Onde toda a gente via um pequeno tumor benigno, ele acreditava que era “um intercomunicador implantado no seu corpo por aliens para lhes passar informações secretas”. Para situações destas só tenho um gesto, aquele em que fazemos círculos com a mão junto à cabeça.

 

Relativamente à Área51, esse tão misterioso pedaço de território sobre o qual pouco se sabe e se especula que se façam experiências paranormais ligadas a extraterrestres. Todos os presidentes americanos têm o assunto como tabu. Eu tenho a desculpa ideal, basta que eles tenham vontade de decorar as próximas linhas: “A Área51 serve para se produzir a famosa Cachaça51 e não podemos falar sobre o assunto, porque o segredo é a alma do negócio.”

 

Tenho pena... que ainda ninguém tenha criado uma religião à volta de tão curioso assunto, sabendo-se de antemão que este poderia gerar imenso lucro. Bastava que os senhores carecas de olhos gigantes prometessem não violar crianças, nem fornecer armas aos seus seguidores em nenhuma circunstância. Afinal, depois de se dar o primeiro passo para o culto, a racionalidade perde-se e acreditamos em tudo.

Dizem que têm inteligência superior. Têm mesmo? O planeta Terra tem problemas de fome, pobreza e poluição. Se eles, de facto, fossem de uma inteligência superior, nem punham cá os pés. Eles aparecem cá para fazer o quê? Para ver se estamos bem? Saber se andamos a comer vegetais e a fazer desporto? Ver se o Camilo de Oliveira já morreu para abrirem uma garrafa de espumante?

 

Mudando de área, os extraterrestres não têm grande gosto para escolher prostitutas, se quando o fazem vem ao planeta Terra e procuram pessoas com problemas mentais. Talvez seja mais fácil de as abandonarem, porque ninguém quer aturar uma louca só para poder aliviar as suas necessidades básicas a nível ejaculatório comodamente. Imagino… o ET chega ao local no seu CLK do aeroespaço, com aquela luz característica da polícia aérea. Uma interveniente, chega mesmo a afirmar o seguinte: "achavam que eu era uma boa procriadora, talvez por ser larga de anca. O órgão deles era semelhante a uma pêra". A uma pêra? Se calhar tu é que és uma gulosa e imaginaste uma fruta para poderes fazer um batido.

 

Não tenho dúvida alguma. Os ETs são gente que gosta de protagonismo. Ele podia andar de bicicleta em qualquer sítio, mas teve que passar em frente à lua só para chamar a atenção. É gente que “valha-me Deus”. Tanto dinheiro gasto em ciclovias e ele vai à lua dar uma voltinha.

 

Eles costumam vir cá num fato de treino verde - só cá vêm ao nosso planeta para descontrair - tipo o que as pessoas "normais" fazem ao domingo para ir às compras. Ou o que os ingleses fazem no nosso Algarve. No fundo é o mesmo princípio, ambas se deslocam a algum lado para aliviar o stresse acumulado depois de um período de trabalho, adquirindo um produto com um entusiasmo que só durará até chegarem ao seu doce lar, neste caso o Planeta ROSEBUD LCO30.

 

Johnny Almeida

Paulo Rocha

Publicado por Universo de Paralelos às 16:49
Link do post | COMENTAR | Favorito
3 comentários:
De golimix a 5 de Março de 2013 às 20:07
E costumam andar de fato de treino especialmente ao fim e semana. Acho que já vi uns poucos....


De Blogadinha a 7 de Março de 2013 às 19:29
Ninguém conhece o outro por inteiro, o que faz de todos nós seres estranhos... Sportinguistas, inclusivé. :)


De Miss Pepper a 13 de Março de 2013 às 19:48
Aliciar com sopa de rabo de boi? Orgão (ET)sexual em forma de pêra? Loll! Quando vir uma gajo de fato de treino verde, fujo dele a sete pés... sei lá se não me vai aliciar com um menu ETDonald de sopa de rabo de boi com uma pêra para sobremesa... ;)


Comentar post

!>Pesquisar neste blog

 

!>Junho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


!>Arquivos