Terça-feira, 11 de Dezembro de 2012

Coisas importantes

Bem, se já viram tudo o que há para esmifrar na casa dos segredos e sobre as cuecas que o Renato Seabra usou enquanto apagou o vigoroso Carlos Castro, acho que podemos seguir com as nossas vidinhas, porque esta semana tenho três apontamentos a destacar. Indo directamente ao que é relevante, uma questão social decisiva na sobre vivência de todos nós seres bons e pacíficos, dogma passível de ser estudado por doutores e candidatos a tal, iremos falar primeiramente sobre a importância dos mais pobres para quem é membro do jet-set português.
Pensem no termo "tia". Ele era, há poucos anos atrás, usado pelas pessoas para se referirem à vizinha. Pessoalmente, ouço várias vezes falarem da ti-zaura ou da ti-rosa do vento. Actualmente, é chiquíssimo os jovens da socialite apelidarem os ultrapassados socialites de "tiooo". Sim, acrescentaram o "o" no final para demonstrarem um certo cunho pessoal, não esquecendo porém de recordar aos iletrados que o termo gramaticalmente correcto é composto por três letras e não duas.

 

Esses risinhos malandros de fundo não caem nada bem, por isso vamos, de rajada, para a segunda questão. Se se derem ao trabalho de perguntar aleatoriamente na rua se preferem ouvir informação da vida real ou desinformação da vida real, as pessoas vão responder: Casa dos Segredos. Este é o tema principal dos velhos na tasca e das senhoras no cabeleireiro. Desinformação sociocultural, portanto.

Sinto-me constrangido por afirmar isto, mas no passado fim-de-semana quase me senti tentado a entrar num debate entre familiares meus sobre o supracitado programa televisivo. Entre os elogios de um parente meu a um e outro concorrente e a contrarresposta da minha progenitora, acabei por soltar um "inteligente é quem não se mete naquela merda". Muito ofendidos com o meu desinteresse grosseiro contestaram: "aquilo é muito útil pois serve para aprendermos muito sobre os outros".

 

A última referência prende-se com o "sistema". Por acaso já repararam que se as pessoas, altas entidades, empresas e organizações em geral ficam sem o sistema está tudo fodido, tanto que já ninguém consegue fazer nada, fica tudo paralisado? Com sistema, o suor é menor. A empresa ruí sem sistema. O sistema digestivo pára e dói-nos. O informático encrava e dói-nos da mesma forma.
O sistema é composto quase exclusivamente por dióxido de carbono e nós consumimo-lo como se de oxigénio se tratasse. O sistema é usado sistematicamente por indivíduos que sistematicamente o veneram e de seguida o amaldiçoam. O sistema facilita a vida de quem o usa, complica a de quem foge dele e implica todo o ser vivo.
Uma vez, vi um sistema, já há muitos anos, era pequenito - eu, claro. Ele era gigante, como um polvo, e parece que sobreviveu todos estes anos.

 

Nós já não vivemos no sistema, ele é que vive em nós. E quem se quer livrar dele é impedido pelos que o usam. Habituamo-nos a ele e tornamo-nos inúteis sem ele. Deixámo-nos levar pela corrente do sistema; reclamamos; e escolhemos outro igual para o substituir. Porquê?    

 

Paulo Jorge Rocha

Publicado por Universo de Paralelos às 20:00
Link do post | COMENTAR | Favorito
2 comentários:
De Jorge a 11 de Dezembro de 2012 às 21:49
Muito bom :)


De golimix a 12 de Dezembro de 2012 às 17:19
No Brasil chama-se aos mais velhos de "tchitchio" e "tchitchia", cá em Portugal, nas aldeias, existem a "ti Maria" e o "ti Manel", nomes fornecidos como mero exemplo, pois são extensivos a todas as pessoas mas velhas. O Tiooo e a Tiaaa ditos com vozes afectadas, que geralmente comem todos os "tês" pronunciando-os de forma afectada como se pronunciam "the" em inglês, irritam-me e soam a artificiais.

Casa dos Segredos, parece mal eu dizer isto, mas não vejo, nunca vi, não quero ver e não comento sobre quem vê. Mas talvez com um bom livro de psicologia se aprenda mais sobre o ser humano, com aquele programa desconfio que se aprenda mais sobre os símios.

Quanto ao sistema, esse é o culpado de tudo e a desculpa mais eficaz para tudo. "Que quer? Nada a fazer... é o sistema..."




Comentar post

!>Pesquisar neste blog

 

!>Junho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


!>Arquivos