Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014

Aquele paraíso chamado Centro de Emprego

Os centros de emprego são o ex-líbris daquilo a que se pode chamar de supra desenvolvimento humano, num expressivo misto de espaço lounge com decoração interior de bom-tom.

As cem pessoas em Portugal que ainda não tiveram oportunidade de ir a um Centro de Emprego que o façam com rapidez, porque aquele espaço está tão lindo que faz parecer a casa do Manuel Luís Goucha num bunker sem qualquer toque pessoal.

 

Se Deus, nosso Senhor, me der saúde – que há-de dar, se ele próprio quiser – passaria os dias desempregado só para ter a oportunidade de usufruir daquele espaço impar em acolhimento.

 

Tem cadeiras de espera verdes, placas de indicações verdes, corrimões verdes, secretárias verdes. Uma imensidão de verde que eu dei por mim a morder uma capa arquivadora por pensar ser um repolho.

 

Sei que o verde é para dar esperança a quem vendeu a esperança para pôr pão para a boca. Este verde não chega. Juntem-lhe a via-verde, o vinho verde, o Partido Ecologista “Os Verdes” e os recibos verdes e mesmo assim a esperança vai ser reduzida. Pintem as paredes de verde e passem a chamar-se GreenPeace.

 

É certo que é um lugar acolhedor onde até as funcionárias lancham por turnos para que o atendimento seja fluído. É certo que tem o quentinho ligado para não gelar as mãos das senhoras que lancham por turnos e de quem espera. É certo que possui uma vastidão de coisas boas e tremendos benefícios, mas, inesperadamente, não cumpre a sua principal missão, que é: ser um local onde as pessoas conseguem emprego. Porque a possibilidade de conseguir um é quase igual à de ir à lua num carro de bois.

 

Johnny Almeida

Publicado por Universo de Paralelos às 13:29
Link do post | COMENTAR | Favorito (2)
1 comentário:
De golimix a 26 de Fevereiro de 2014 às 19:50
Felizmente pertenço ao grupo dos 100.


Comentar post

!>Pesquisar neste blog

 

!>Junho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


!>Arquivos

!>Visitas