Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2013

Tricô

Por vezes, as raparigas competem. Nessas alturas apreciamos admiráveis momentos de entretenimento. Competem por tudo e por nada, literalmente. Competem para ver quem fez a não-compra mais certeiramente. Pouco contentes com o que não têm, comparam ainda - num acto de vangloriação - quem veste mais barato. Ou melhor quem faz que veste caro, mas barato, com orgulho subentendido.

 

Declaro, desde já, que não tenho nada contra, para que as visitantes femininas deste blog não pensem que tenho algo contra este tipo de rivalidades e, no fim de contas, até me divirto quando presencio situações deste género. Também realçaria este tipo de competições entre homens, mas nunca tive oportunidade de assistir ao diálogo entre dois homens que tenham comprado black and deckers na feira, com uma broca partida, mas mais baratas do que a original.

 

Há, depois, as variáveis, que determinam a melhor das melhores. Elas passam pelo local onde está escondido o defeito que a peça apresenta, o local onde esta foi adquirida, não se esquecendo nunca da capacidade de negociação do comprador. E isto pode dizer muito acerca dele.

Um cliente com um tom de voz elevado que esteja para ali a regatear só afasta possíveis clientes que se dirijam à bancada em questão. Mesmo que ele esta a dizer a coisa mais acertada do mundo, está a dizê-lo aos berros e isso fará quem circula na zona acreditar que o senhor está a querer roubar um cliente. Já o cliente mais tímido, terá no vendedor um come papa na sua cabeça. Este perceberá logo que o interessado comprará o produto sem se chatear muito, logo é só insistir um bocadito e dificilmente lhe escapará.

 

Isto quando falamos daqueles que frequentam estas grandes superfícies comerciais a céu aberto. Parece que a terra que anda no ar dá charme à coisa, assim como aquela lengalenga cantada pelo vendedor. Tanto para elementos do sexo feminino com maior capacidade financeira como para os de menor que, muitas vezes compram no mesmo local.

 

A competição é que aparenta ser diferente. Os primeiros competem silenciosamente e procuram esconder as imperfeições, numa de dar nas vistas desentendidamente; tipo pisca o olho e vira a cara - vem vejo como é que eles se exibem nas festas -, já aqueles que têm menor potencial económico não esperam que os outros lhes elogiem a farda, dão eles próprios o pontapé-de-saída, antes dos mirones tocarem na bola.

(A ver quem tem a pecinha de roupa mal feita por um menino pequenino qualquer no outro canto do mundo - a barriga dele já dava horas há demasiados dias, não se conseguia concentrar. - e, posteriormente roubada por aqueles que tiveram a sorte de nascer do lado de cá dos direitos humanos.)

 

- Ui, estás bem jeitosa! Onde é que vais? - Gostas Mena? É parecido com aquele que a Bibá usou naquela festa cheia de very important persons. - Pois, estou a ver, mas assenta-te que nem uma luva... - Comprei nos ciganos! (esta frase retira todo o charme à peça - nada contra o povo em questão) - A sério, não parece nada! Sabendo ela que já viu uma ou outra imperfeição, uma bainha mal cozida aqui, ou um buraquito ali. - Eu também comprei esta mala nos marroquinos, a Maria Albertina até ma gabou! Perguntou logo se eu andava rica! - "Quem me dera!" Isto foi um "contiquinhentos" nuns indianos na festa! Pensavas que eu ia dar trinta contos por ela, não... - disse a Carlinha.

 

"Com trinta contos casava-me!" - arrematou já a acenar com um adeus. Pois bem, casa-te e vai comprar o vestido ao mesmo sitio onde compraste essas legins e esse vestido, que vais bem aviada. - pensou a outra dirigindo-se no sentido oposto em tom jocoso, mas denotando alguma inveja por esta se apresentar tão bem mal vestida. Vira-se repentinamente, onde é que compraste esse vestido, mesmo? - num berro incomodado. Já lá não estava. Pena, já não podia andar baratamente mal vestida, para provocar inveja no tradicional passeio de domingo à tarde.

 

Paulo Jorge Rocha

Publicado por Universo de Paralelos às 15:15
Link do post | COMENTAR | Favorito
1 comentário:
De golimix a 3 de Março de 2013 às 20:23


Muito bem


Comentar post

!>Pesquisar neste blog

 

!>Junho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


!>Arquivos

!>Visitas